Estado do Rio ganha o primeiro Centro de Autismo

01/03/2013

Por Nino Bellieny

O município de Itaperuna, localizado na Região Noroeste do Estado do
Rio, ganha um moderno centro especializado no Transtorno Espectro Autista-TEA. É o primeiro do Rio e um dos poucos do Brasil. Carinhosamente chamado de Centrinho, já está funcionando no CACI- Centro de Atendimento Clínico de Itaperuna, com estrutura física adequada para a realização das atividades planejadas para o desenvolvimento das crianças diagnosticadas com o Autismo.  O principal objetivo é promover o desenvolvimento, a inclusão social e o sucesso pedagógico destas crianças, futuros adultos plenamente independentes.
            O modelo desenvolvido no Centrinho tem como base a teoria desenvolvida pelo M.D Stanley Greenspan e a PhD Serena Wieder, denominada DIR ® / Floortime ™. The Developmental, Individual Difference, Relationship-Based, (em tradução livre: Desenvolvimento, Características Individuais e Relacionamentos), é uma estrutura que ajuda a médicos, terapeutas, pais e educadores a realizar uma avaliação abrangente e desenvolver um programa de intervenção sob medida para os desafios e potencialidades de crianças com autismo e outros desafios de desenvolvimento. Os objetivos do modelo DIR ® são o de construir bases saudáveis para as capacidades sociais, emocionais e intelectuais, em vez de se concentrar em habilidades e comportamentos isolados.

Além do modelo base, as atividades são focadas na Integração

Sensorial, buscando desenvolver habilidades sociais, de comunicação e

de comportamento, com o objetivo da inclusão escolar e o caminho para

uma vida independente. Antes de iniciar as atividades no Centrinho, as crianças são submetidas a avaliação FEAS - Functional Emotional Assessment Scale (Escala de Avaliação Funcional Emocional) através da realização de um vídeo de 45 minutos de duração, em uma sessão com a  criança e sua interação com os pais. Isto é dividido em três módulos: simbólico, sensorial e vestibular, onde ela é exposta aos estímulos do ambiente e dos elementos próprios de cada módulo. A partir da análise do vídeo, feita pela equipe multidisciplinar do Centrinho-CACI, é possível traçar o Plano de Ação e as metas terapêuticas de cada criança e incluí-las no Centrinho.

A equipe terapêutica é formada por profissionais experientes como a

Orientadora – Profa. Helena Fagundes Gueiros - Fisioterapeuta, pós

graduada em Psicomotricidade - Certificada em Integração Sensorial -

Mentorship 1 pela SPD Foundation. DIR C2 pelo ICDL Institute e Bruna Pellegrini Vieira, Fonoaudióloga Aline Pereira Mota, Fisioterapeuta e Clécia Souza, Fonoaudióloga.

Alunos dos cursos de Fisioterapia e Fonoaudiologia da Faculdade

Redentor, apoiadora de primeira hora do projeto, serão os monitores O Centrinho-CACI fica na Rua José Egídio Tinoco 79, Bairro Cidade Nova, Itaperuna-RJ. Empresas e pessoas físicas que quiserem também apoiar, poderão atuar como Padrinhos do Bem. Para isso podem entrar em contato com gerente Rose pelo telefone 22-3824-3812, pelo e-mail [email protected] ou pessoalmente.